Erick Bnaf


Erick Bnaf, 36 anos. Está em Leiria há 15 anos. Por diversas vezes, cruze-mei com o Erick mas, desta vez, abordei-o. Apresentei-me, falei-lhe do nosso projecto e ele surpreendeu-me ao dizer que já tinha ouvido falar nele. “Um amigo mostrou-me o vosso Instagram a semana passada”, explicou. Foi quando percebi que tinha encontrado o meu “estranho” de hoje. Começou por me dizer que é produtor musical e de eventos. “Vivo durante a noite e descanso de dia”, conta, sublinhando que a expressão “descansar durante o dia” é apenas isso mesmo, uma expressão, uma vez que 'descansar' não é questão que o preocupe. Cita o seu próprio pai para explicar a razão: "Ele dizia: tens muito tempo para dormir depois de morrer”. Erick considera que “a vida, na noite, é dura". E explica porquê. "Precisamos de ser o super-homem para aguentar tudo e, principalmente, tentar ter sempre um sorriso na cara para aguentar muitas coisas”. Conta que saiu da Guiné quando tinha 18 anos. “Vim para Lisboa para fugir à guerra”, diz, adiantando que, agora, o seu sonho é "poder regressar e comprar uma ilha para fazer um resort", para si e para os amigos. Durante a conversa, o Erick esteve sempre à vontade. Quando chegou o momento do retrato, o estado de espírito mudou. “Eh. Pá. Eu sou envergonhado nestas coisas”.

Leiria, 20 Dezembro 2015.
Rui Miguel Pedrosa

Um Estranho por Dia

Retratos e histórias por Miguel A. Lopes / Rui Soares / Rui Miguel Pedrosa / João Porfírio .

Sem comentários:

Enviar um comentário