Pedro B.

Pedro B. 18 anos - veio para Lisboa viver com 15 anos. Para estudar Música. Neste país ainda há quem arrisque a estudar artes. É natural de Moura, Alentejo, e ter vindo para Lisboa, foi para além de um sonho, um escape. Diz que o meio de onde veio é bastante pequeno para os sonhos dele e dos seus amigos. "São as pessoas mais velhas que nos traçam os objectivos e as metas, não temos liberdade para pensar". Perguntei-lhe então se ele alguma vez queria voltar a viver em Moura e ele responde que adorava mas que é impossível, que é impossível tanto por razões pessoais como profissionais, "sinto que lá não tenho espaço para fugir à regra". Tem um irmão de 23 anos que apesar de ser tão novo é o espelho daquela sociedade fechada e por isso choca-se bastante com ele.
O seu grande objectivo profissional é "conseguir fazer música, transmiti-la de uma melhor forma do que me foi transmitido a mim, conseguir alimentar-me através disso (convém), e no processo criar não só novos músicos e nova música."
A razão desta fotografia é simplesmente devido a uma frase que o Pedro me disse "tenho a certeza que ninguém me conhece a 100%".

Lisboa, 16 de dezembro de 2015.
João Porfírio


Um Estranho por Dia

Retratos e histórias por Miguel A. Lopes / Rui Soares / Rui Miguel Pedrosa / João Porfírio .

Sem comentários:

Enviar um comentário