Pedro M.

Pedro M., 53 anos, do Carregado. Camionista desde os 27 anos, altura em que "era ‘muita’ maluco, cabelo comprido e grandes noitadas", tem uma enorme paixão pela profissão. "Se não gostasse do que faço, já tinha largado", assegura.
Já fez serviço internacional e conheceu muitos sítios, o que é, sem dúvida, uma das coisas de que gosta na sua profissão. No entanto, quis regressar a Portugal porque gosta mais de estar no seu país. Tal como qualquer camionista, diz que já perdeu a conta às horas que passou na estrada. É por causa disso mesmo, diz, que conhece uma grande parte das estradas de Portugal. E, nesse seguimento, aproveita para dizer que "as pessoas são um perigo na estrada. Já apanhei grandes sustos em que me vi obrigado a desviar para a valeta e ainda fiquei prejudicado por ter ficado com estragos no camião”. Confessa, ainda, esperar voltar a ter algumas das “coisas boas” que fazia antes de ser camionista, como a calma dos campos agrícolas ou da caça.

Carregado, 12 Dezembro 2015.
Rui Miguel Pedrosa

Um Estranho por Dia

Retratos e histórias por Miguel A. Lopes / Rui Soares / Rui Miguel Pedrosa / João Porfírio .

Sem comentários:

Enviar um comentário