Vitaliy K.

Vitaliy K., 47 anos, Tcherkássi, Ucrânia. Ora aqui está um bom exemplo do que me dá prazer neste projecto. Quando embarcámos nesta aventura, queríamos fotografar um estranho. Por vezes, esse estranho é aquela pessoa que faz limpeza no prédio, a vizinha que vive três prédios ao lado; outras vezes é aquela pessoa a quem ligas quando precisas de algum biscate em casa. O Vitaliy foi essa pessoa! Natural da Ucrânia e por ter seguido uma carreira militar, formou-se em Engenharia Mecânica. Foi também polícia – o equivalente aos nossos guardas da Brigada de Trânsito – durante 7 anos. Em 2001, veio para Portugal com a família, à procura de uma vida melhor. Frequentou cursos de Português para conseguir aprender a expressar-se e a perceber a Língua. E, em 2002, conseguiu trabalho como motorista. "͞Felizmente, consegui encontrar uma vida melhor͟", considera, garantindo nunca se ter arrependido de ter deixado a Ucrânia para onde diz não pretender regressar. Mas gostava de conseguir que os pais viessem, um dia, para Portugal. Quando lhe perguntei o que gosta mais em Portugal, não hesitou um segundo na resposta: "͞Adoro a gastronomia portuguesa!͟".

Leiria, 14 Dezembro 2015.
Rui Miguel Pedrosa

Um Estranho por Dia

Retratos e histórias por Miguel A. Lopes / Rui Soares / Rui Miguel Pedrosa / João Porfírio .

Sem comentários:

Enviar um comentário