Filipe Silva, 50 anos

Filipe Silva, 50 anos – Encontrei o Filipe a beber uma mini num café em Vendas Novas que serve as famosas bifanas de Vendas Novas “Não gosto destas bifanas, só o cheiro enjoa-me, oh também vivo aqui ao lado se calhar é disso!” Perguntei-lhe o que fazia “Apanho cogumelos, vai dando para viver. Quem me ensinou a apanhar e escolher foram os Italianos há muitos anos. Havia aqui uma fábrica da Fiat e melhor que os Italianos a escolher cogumelos não há! Sabe que os cogumelos não sã...o venenosos, têm toxinas, se forem secos no forno deixam de fazer mal, eu como qualquer um desde que os seque no forno”. Disse-me que antes apanhava pinhas mas…“ um dia estava na Serra da Arrábida a apanhar pinhas no cimo de um pinheiro, estava a uns 15 metros de altura e não sei como, caí lá de cima. Estava sozinho nessa altura e por sorte fui encontrado. Estive alguns meses no hospital, parti vários ossos inclusive a bacia e estou cheio de placas de ferro no corpo. Nunca mais pude apanhar pinhas!” Perguntei se era casado e a sorrir respondeu-me: “tenho mulher sim, a melhor do Mundo, a minha mãe! Sempre me tratou bem, e eu a ela, mas também me deu umas coças! A minha alcunha é “o terrorista”, é que eu andava sempre à pancada e depois ainda levava da minha mãe!” Fui pedir duas minis para nós e agradeci-lhe a conversa e a foto.

Vendas Novas, 21 de janeiro de 2015
Miguel A. Lopes


Miguel A. Lopes

Retratos e histórias por Miguel A. Lopes / Rui Soares / Rui Miguel Pedrosa / João Porfírio .

1 comentário:

  1. Olá...
    Sigo-te no facebook há algum tempo.
    Adoro a tua abordagem com as pessoas, delicio-me com as histórias que partilham contigo e tu connosco.
    Continua.
    Um abraço.

    ResponderEliminar