Lurdes Almeida, 65 anos

Encontrei a D. Lurdes quando esta estava a cuidar da sua horta.
Reformou-se aos 55 anos, era funcionária pública na Segurança Social, e tem esta horta "150 metros quadrados" há pouco mais de um ano.
Quando se reformou foi tirar um curso de Agricultura no Modo de Produção Biológica, disse que finalmente estava a realizar o seu sonho!
Alugou, por 78€ ao ano, este "pedacinho" de terra que a distrai.
"Gosto muito de vir para aqui. Almoço, durmo uma sestinha e depois venho ao final do dia. Isto é melhor que ir ao ginásio ou à hidroginástica", disse-me, com um sorriso de satisfação. Planta na sua horta as mais diversas coisas: alhos, couves, cenouras, favas ou ervilhas, mas nada é para comércio. "É lá para casa, para mim e para o meu homem e para as casas dos nossos filhos... Às vezes dou aos vizinhos também." 
Voltou a dizer-me que a vida agora deixa-a muito mais alegre, mostrando-se até convicta: "agora é que estou a aproveitar a vida".

Lisboa, 14 de janeiro de 2016
João Porfírio


Um Estranho por Dia

Retratos e histórias por Miguel A. Lopes / Rui Soares / Rui Miguel Pedrosa / João Porfírio .

Sem comentários:

Enviar um comentário