Mário Mendes, 47 anos

Mário Mendes, 47 anos - Conheci o Mário quando acompanhei Marcelo Rebelo de Sousa numa visita ao Bairro do Pombal em Oeiras que é maioritariamente habitado por pessoas originárias de Cabo Verde e seus descendentes. Expliquei-lhe o projecto e quando lhe disse que fotografava um estranho por dia ele riu-se e disse "então não me podes fotografar porque eu sou mais conhecido que esse que vem aqui hoje". Perguntei-lhe se ele via alguma coisa ou se era totalmente cego, respondeu-me "o que eu vejo você não vê!" O Mário estava com dois amigos e todos sorrimos com a sua resposta ao que ainda acrescentou "eu sou filosofo, vejo sem ver o que muitos com olhos não vêem". A cegueira do Mário foi adquirida quando tinha 22 anos "se soubesse que ela vinha aí eu tinha-me esquivado e deixado-a passar" disse-me isto fazendo um movimento semelhante à esquiva de boxe. "Mas eu tenho sempre suporte, que são estes meus amigos que me apoiam em tudo". Mário é presidente da Associação TACE - Trilhar, Agir, Conseguir, Evoluir que apoia jovens no seu desenvolvimento e orientação e disse-me que tinha uma mensagem "há muitos jovens que nasceram em Portugal e que são filhos de Cabo Verdianos que vivem cá há anos, são Portugueses mas são considerados Cabo Verdianos, não têm direitos nenhuns e são discriminados porque a lei assim determina, deveria-se ver isso e facilitar mais a vida aos que estão a começar uma vida".

Oeiras, 4 de janeiro de 2016
Miguel A. Lopes



Um Estranho por Dia

Retratos e histórias por Miguel A. Lopes / Rui Soares / Rui Miguel Pedrosa / João Porfírio .

Sem comentários:

Enviar um comentário