Rafael Ferreira, 20 anos

Rafael Ferreira, 20 anos. Natural de Torres Vedras, estuda Engenharia Informática, em Leiria. Tem como ambição vir a ser empresário de sucesso e acha que tem perfil para isso. “O meu interesse começou quando tinha 12 anos. Vi um site que o meu tio tinha feito. Desde ai que muito do que sei é 90% autodidacta”. Com tudo o que tem aprendido, está convicto que é uma profissão que pode vir a ser rentável apesar de ainda não saber onde a irá exercer. Mas não exclui a hipótese de emigrar, tendo em conta que na Alemanha há uma empresa onde gostaria de vir a trabalhar. Tendo raízes em Torres Vedras, não pude deixar de o questionar sobre o Carnaval. A resposta saiu pronta: “É o melhor! Considero-o o melhor Carnaval do país. Adoro o ambiente e até já faço parte do corso, incentivado pelos meus pais”. Impôs-se então perguntar se gostava de vir a ser o rei: “Não, isso não. Mas um dia quero vir a ser cabeçudo. Gosto do espírito ‘no Carnaval ninguém leva a mal’”.
Palavra puxa palavra e Rafael confessa que também faz parte do rancho. Por achar interessante o facto de ser tão novo e andar no rancho, quis saber mais. “Muita gente tem a ideia errada. O rancho tem pessoas de todas as idades, mas acho que cada vez há malta mais nova. Tal como o espírito do Carnaval, adoro o espírito do rancho. É o convívio. Comecei, talvez influenciado pelo meu irmão, mas ando lá à 12 anos e gosto bastante. Nunca senti qualquer tipo de exclusão por andar no rancho. E tenho muito orgulho”, explica, adiantando que é ali que tem alguns dos que considera os melhores amigos.

Leiria, 19 Janeiro 2016
Rui Miguel Pedrosa


Rui Miguel Pedrosa

Retratos e histórias por Miguel A. Lopes / Rui Soares / Rui Miguel Pedrosa / João Porfírio .

Sem comentários:

Enviar um comentário