Sandy Soares, 29 anos

Sandy Soares, 29 anos. Conheci a Sandy na praia, enquanto ela passeava 3 cães, o dela, e os dos seus colegas de casa. Pelo sotaque percebi que não era açoreana; “não, não sou, nasci no Luxemburgo, os meus pais são continentais e eu estou cá a viver”.
“Sempre quis conhecer os Açores e tive uma proposta de trabalho ha 2 anos e decidi vir para cá, sou guia turismo de natureza..e estou adorar..”; Sobre a escolha de viver nos Açores diz que a culpa é da mãe: “Bem eu não fui quem descobri os açores, foi a minha mãe que descobriu”.. diz a rir, …”como trabalhei muito tempo fora, ela queria que eu parasse num sitio português para poder visitar-me, e então é que começou a procurar trabalhos, entre os açores, madeira, mas também acho que sempre tive alguma curiosidade em conhecer os Açores mas é preciso é preciso sair duas vezes ao ano mas gosto muito de estar cá..” Já trabalhou um por pouco por alguns países: “ estive a trabalhar na França, Noruega, Islândia, Na Islândia foi turismo, na noruega trabalhei na restauração e na frança na agricultura, fiz um bocado de tudo, desde as vindimas, na apanhei de nozes, ameixas, fiz de tudo um pouco, mas para mim o melhor foi mesmo na Islanda, estava inserida num projecto de turismo activo, adorei…”
“Ja me sinto açoreana, e espero ter uma casa cá, fazer dos Açores a minha casa.” diz-me ela para concluir a nossa conversa, até porque os 3 cães já estavam ficar impacientes. Obrigado Sandy.

Ponta Delgada. 24 de Janeiro de 2016
Rui Soares


rui soares

Retratos e histórias por Miguel A. Lopes / Rui Soares / Rui Miguel Pedrosa / João Porfírio .

Sem comentários:

Enviar um comentário