Álvaro Coelho, 65 anos

Álvaro Coelho, 65 anos. Quando conheci o Sr. Álvaro, este disse-me logo “tu não és o neto do Renato Soares?, eu conhecia-o, passava muito tempo quando eu era mais moço na oficina dele”. O Sr. Álvaro está reformado, mas dedicou quase 40 anos à sua arte, que aprendeu quando era rapazinho: “fui oleiro toda a minha vida... eu tinha um tio e um irmão que eram oleiros, e chamaram-me para aprender esta arte, e continuei-a durante 38 anos." Conta que foi o seu primeiro e único emprego, sendo que começou a trabalhar com 11 anos, e conta que, se não tivesse ido para a escola até à 4ª classe, provavelmente teria começado a trabalhar ainda mais cedo. Reside na costa Sul, na Lagoa, onde viveu toda a sua vida: “ casei-me e comprei esta casa junto ao mar. Vê tu que foi o meu patrão que me emprestou o dinheiro para comprar a casa! A vida era diferente antigamente... no tempo do Salazar as coisas era muito apertadas, mas havia muito mais disciplina. Hoje, para aquilo que fui criado, acho que isto está muito mau. Se formos a ver, hoje em dia há mais fartura, mas antigamente era melhor, não sei bem explicar... essa juventude e essas drogas, é um problema grande”.
Mesmo estando reformado, o Sr. Álvaro nunca foi homem de estar parado, tem um pedaço de terra que vai trabalhando para se "ir mexendo um pouco". Na realidade de antigamente e tendo uma casa cheia, sempre teve de trabalhar muito: "tive 14 filhos - infelizmente morreram 2 - por isso sempre tive que trabalhar para trazer comida para casa. Quando fui para o Ultramar, já tinha 5 filhos, era um homem feito”, contou-me. Em jeito de conclusão, com os netos já impacientes a chamá-lo para ir brincar, disse-me: “eu votei no Passos Coelho e eles lá dentro na assembleia votaram noutro... parece a altura do Salazar em que eles votavam neles próprios! Isto deixa-me revoltado, porque estamos aqui a fazer a nossa vida e parece que eles brincam connosco! Mas o que vale é que estamos aqui, ao pé do mar, num sitio sem grandes problemas e agora é ir empurrando a vida!” Obrigado pelo seu tempo, e tudo de bom para si e para a sua família.

Lagoa. 21 de Fevereiro de 2016
Rui Soares


rui soares

Retratos e histórias por Miguel A. Lopes / Rui Soares / Rui Miguel Pedrosa / João Porfírio .

Sem comentários:

Enviar um comentário