Joana Melo, 23 anos

Joana Melo, 23 anos. Conheci a Joana enquanto estava à espera de ter uma reunião. Quando lhe perguntei se aceitava "ser a estranha do dia", aceitou logo e disse que já conhecia o projecto. Começou por me dizer que faz "de tudo um pouco" na empresa onde trabalha: "estou na parte da revista, mas vou começar a dedicar-me agora à parte da agência de modelos, na parte de modelos e imagem. Eu e uma amiga minha vamos ficar responsáveis pelas sessões fotográficas, vou investir agora na fotografa, que é uma das coisas que mais gosto. É algo... nem consigo explicar, às vezes quando tenho uma câmera na mão, o tempo voa, se eu pudesse ter memória de tudo o que vejo...!”. Contou-me que não terminou o 12.º ano porque lhe faltaram duas disciplinas, e isso às vezes "trava-lhe" um pouco a vida. Vai tentar fazer essas duas disciplinas agora e completar o secundário, mas tem encontrado algumas dificuldades: "Às vezes é difícil...foi-me diagnosticada uma depressão aos 14 anos devido a problema familiares... não tem sido fácil porque tenho recaídas mas agora as coisas estão um pouco melhor porque comecei a trabalhar, ocupa-me a cabeça. Já fiz algumas asneiras, relações conturbadas... por isso agora tem de ser, tenho de aproveitar ao máximo, ter essa batalha, lutar contra a vontade de não "ficar cá"…, tive de lutar quase desde que os meus pais se separaram quando eu tinha 2 anos. Por isso as coisas correram um pouco mal, mas agora, agora tem de ser!”. A Joana adora dançar e faz parte de uns grupos de dança de hip hop, sendo que chegaram a participar de competições; "para além da fotografia, a dança é um dos meus escapes, qualquer música é um motivo para eu dar uns passos de dança. É o meu remédio.” 
No que diz respeito à visão que tem da sua vida e do futuro, diz-me: “Vou tendo momentos de felicidade... e neste momento acho que estou numa fase boa, feliz. Mas todos os dias temos de lutar um bocadinho, e ando a lutar para ser dançarina profissional num programa, vamos ver no que vai dar!, mas todos os dias, vivendo o dia de cada vez, lutando sempre.” Obrigado Joana, e - de longe - antes Kendrick do que o Kanye! Boa sorte.

Ponta Delgada 15/2/2016
Rui Soares


rui soares

Retratos e histórias por Miguel A. Lopes / Rui Soares / Rui Miguel Pedrosa / João Porfírio .

Sem comentários:

Enviar um comentário