Marta Trindade, 39 anos

Marta Trindade, 39 anos. Este é um daqueles exemplos em que assim que vi o sítio, decidi que era ali que queria fazer a foto e esperei pelo 'Estranho'. E encontrei a Marta a sair da Segurança Social. É professora do ensino especial. Esse era um dos seus sonhos. “Já era professora quando fui fazer a especialização. Decidi fazê-lo devido à diversidade de crianças e às múltiplas dificuldades que apresentavam. E apesar de estar a chegar aos 40 anos, continuo sempre à procura de realização profissional”. Explica que a falta de recursos, quer humanos quer materiais, continua a ser a maior das dificuldades. “Mas sem dúvida que o caminho está aberto para que se possa ajudar cada vez mais crianças com necessidades especiais. Neste momento, estou a sair da Segurança Social e não consigo ficar indiferente. Tenho pena que não haja mais formas de encaminhar todas as pessoas para que se sintam úteis na sociedade. Mudar mentalidades era uma forma e ajudaria imenso. Muitas das necessidades que um adulto enfrenta podiam ser colmatadas e/ou trabalhadas na infância”. E conclui: “Devia haver um maior apoio aos pais na educação dos filhos”.

Leiria, 15 Fevereiro 2016
Rui Miguel Pedrosa


Rui Miguel Pedrosa

Retratos e histórias por Miguel A. Lopes / Rui Soares / Rui Miguel Pedrosa / João Porfírio .

Sem comentários:

Enviar um comentário