Miguel Leão, 40 anos

Miguel Leão, 40 anos. Conheci o Miguel quando fui aparar a minha barba. Depois de uns minutos de conversa, percebi que tínhamos uma história de vida parecida; ele com as barbas e eu com a fotografia. Logo aí escolhi-o para ser o estranho do dia, e ele aceitou prontamente. 
Comecei por lhe perguntar se sempre foi barbeiro: “Não, eu era controlador financeiro em companhias aéreas... mas basicamente era super infeliz e acabei por mudar de vida. Já fazia barbearia como hobby há muitos anos e depois acabei por fazer esta escolha. O dinheiro não é tudo."
Essa mudança foi-lhe "super difícil" porque a família não o compreendia nem o ajudou muito: "Não percebiam a minha decisão de trocar a minha vida de fato, escritório, viagens, e um bom salário, por tratar dos cabelos e barbas da malta. Mas a verdade é que eu sempre gostei do contacto com os amigos, sempre gostei de conhecer novas pessoas, e a barbearia sempre esteve a meu lado taco a taco. Ia sempre com o meu pai desde os meus 2 anos à barbearia religiosamente todos os meses, e aquilo foi ficando dentro de mim..", diz ele. O Miguel conta que sempre quis ficar cá em Lisboa, mas no último ano conseguiu abrir 3 barbearias em Oslo, Noruega. Agora está de volta à sua Lisboa, cidade que é tudo para si e onde nasceu e cresceu. É um homem muito viajado, mas continua a amar as suas raízes. Sente-se muito feliz na sua cidade e a fazer aquilo que adora: "Ser barbeiro é mais do que um lifestyle, é uma paixão enorme que eu tenho, é aquilo que respiro, eu preciso de tratar de cabelos e barbas, preciso das conversas com as pessoas, é perfeito!”, diz ele a sorrir.
Diz que não é pessoa de fazer muitos planos, reage mais por instinto, por impulso: "Não gosto de pensar muito no futuro.. mas tenho uma filha, por isso tenho que pensar inevitavelmente um pouco no futuro. Mas não faço muitos planos, e sou realizado a nível pessoal, familiar e profissional. Estou muito melhor do que estava há 10 anos atrás... e só espero que tudo continue como está daqui para a frente”. Obrigado pelo teu tempo, pelas dicas, pelo corte, e que tudo de te corra de feição!

Lisboa. 28 de Março de 2016
Rui Soares


rui soares

Retratos e histórias por Miguel A. Lopes / Rui Soares / Rui Miguel Pedrosa / João Porfírio .

Sem comentários:

Enviar um comentário