António Manuel Bettencourt, 71 anos

António Manuel Bettencourt, 71 anos - Encontrei o Sr. António a andar na sua bicicleta junto aos Jerónimos, por acaso parou ao pé de mim e fui conversar com ele: "Todos os dias ando de bicicleta uma hora a uma hora e meia aqui por Belém, ando aqui porque não tem muitas subidas e porque me faz muito bem, ao início quando comecei a andar ainda caí algumas vezes mas agora é raro felizmente. Depois o meu grande entretenimento são os meus netos. Já estou reformado e todas as tarde...s fico com os meus quatro netos, acompanho-os e ajudo-os com os deveres da escola, ensino-lhes aquilo que eles não sabem mas eles também me ensinam, principalmente nas novas tecnologias. Os netos sem dúvida que me fazem mais novo!" Perguntei-lhe qual tinha sido o seu trabalho "Na minha vida felizmente fiz o que gostava e foi fantástico. Trabalhei na Sonae Sierra e fui director do Colombo. Foi uma experiência realmente aliciante. Na altura quando o Colombo foi inaugurado houve uma frase que ficou: "O comércio a retalho em Portugal nunca mais será o mesmo após a abertura do Colombo" e realmente veio mudar bastante o panorama nacional, basta ver a quantidade de centros comerciais que abriram depois, ainda hoje é um dos melhores centros comerciais do país. Quando me reformei e me despedi dos meus colegas eles fizeram-me um filme sem eu saber e filmaram-me no meu escritório a ouvir música clássica e as minhas colegas a dançar nos corredores ao som dessa música clássica. Ainda hoje participo em tertúlias com ex-colegas meus. Além dos passeios de bicicleta e dos netos, entretenho-me muito a ler e a ouvir música. Quando era novo saía muito à noite e ía quase todos os fins-de-semana dançar, agora saio menos porque infelizmente em Lisboa há poucos sítios onde dançar para a minha idade." 

Lisboa, 28 de abril de 2016. 
Miguel A. Lopes


Miguel A. Lopes

Retratos e histórias por Miguel A. Lopes / Rui Soares / Rui Miguel Pedrosa / João Porfírio .

Sem comentários:

Enviar um comentário