João Freitas, 55 anos

João Freitas, 55 anos. Encontrei o Sr. João à porta de um espaço que sempre me intrigou em Ponta Delgada, uma oficina de latoaria em pleno centro histórico.
Começou por me dizer que trabalha nesta oficina há cerca de 42 anos. "Fui para a escola até a quarta classe e quando acabei vim de vez para aqui, não havia outro sitio para ir! Tinha 12 anos”, diz-me ele. Conta-me que nesta oficina fazem um pouco de tudo, desde latas, a radiadores, panelas, etc., e, embora reconheça que o negócio já foi muito melhor, ainda "vai dando", até porque é a única oficina de latoaria que ainda existe aqui, tendo já cerca de 100 anos de existência. "Vim para cá fazer voltas, limpar latas, comecei mesmo de de baixo. Têm sido uns anos de trabalhar como deve de ser sempre de forma bem disposta, porque temos de levar uma vida alegre. Antigamente havia mais trabalho, é verdade, mas não sou daqueles que diz que antigamente era melhor, porque hoje em dia vivemos mais à vontade”, diz com um sorriso.
Sobre perspectivas para o futuro, diz-me: “Oh filho, isso já não se faz muitos planos! Tenho os meus filhos, a minha vida normal e está sempre tudo ok. Agora é esperar pela reforma, mas, sinceramente, o que gostava mesmo é que esta oficina ficasse aberta por mais 100 anos ainda”. Obrigado pelo seu tempo, foi um prazer enorme falar consigo!

Ponta Delgada. 16 de Abril de 2016
Rui Soares


rui soares

Retratos e histórias por Miguel A. Lopes / Rui Soares / Rui Miguel Pedrosa / João Porfírio .

Sem comentários:

Enviar um comentário