Sofia Pinheiro, 22 anos

Sofia Pinheiro, 22 anos. A Sofia voltou de Inglaterra há coisa de duas semanas, onde esteve a estudar na área do Turismo e a trabalhar, mas sente-se bem em ter regressado a casa porque o seu lugar "é cá nas ilhas". Em Inglaterra, fez um pouco de tudo: "Andei a fazer limpezas, relações públicas, recepção de hotéis, etc. Fiz tanta coisa... mas voltei porque senti uma necessidade de conforto que não tinha lá, uma necessidade emocional. As saudades eram muitas, estava-me a custar muito estar longe da minha família e porque, na verdade, nunca quis fazer uma vida fora dos Açores. Quis ver o que se passava lá fora, estudar, trabalhar um pouco, mas quero viver cá, fazer uma vida cá.”
Ao fazer uma comparação entre os Açores e Londres, as diferenças são muitas: "As pessoas são mais mente aberta, e cá nem por isso... aqui as pessoas não acolhem muito ideias diferentes. Mas para mim, o que é mesmo diferente é o tempo. O tempo cá parece que anda mais devagar, o tempo leva mais tempo, e assim, tenho mais tempo para tudo; para a família, para os amigos, e a natureza... é o que preciso mesmo."
Terminou dizendo que é bastante feliz porque sente que tem tudo aquilo que precisa: "família, amigos e saúde, e o resto é secundário. Já fiz muitos planos, mas hoje em dia não. Aprendi que nada corre como nos planeamos, muda sempre qualquer coisa, e agora só quero viver um dia de cada vez”, diz ela em despedida. Obrigada e boa sorte, Sofia.

Ribeira Grande. 1 de Abril de 2016
Rui Soares

rui soares

Retratos e histórias por Miguel A. Lopes / Rui Soares / Rui Miguel Pedrosa / João Porfírio .

Sem comentários:

Enviar um comentário