Igualdina Pereira, 58 anos

É do Alentejo e foi aí que desde dos 14 anos até aos 40 que trabalhou nas vinhas. Mãe de dois filhos, já tem 5 netos, que diz serem o seu maior orgulho e alegria, neste momento. Veio para Lisboa viver depois de um divórcio. Veio completamente sozinha mas já veio com um trabalho: doméstica interna para uma família bastante rica em Portugal mas foi aí que passou 5 dias sem comer "os meus patrões durante 5 dias não me derem de comer e foi aí que me despedi"... De seguida juntou-se com um senhor e aí a sua alegria voltou ao que era e passados uns meses desempregada conseguiu um emprego numa empresa de limpezas, nas Amoreiras. Através dessa empresa ficou responsável pela equipa de limpeza do jornal onde trabalho mas agora infelizmente, segundo a própria, trabalha sozinha e com o mesmo trabalho mas está bastante feliz, assume-me. "Este jornal é a minha primeira casa, só tenho casa para dormir, é aqui e com vocês que passo a maior parte do meu tempo... E ainda bem". No fim é a Igualdina que me pergunta qual é o meu sonho... Eu respondo com a pergunta "E o seu sonho qual é? Realizou-o?". Responde-me que neste momento o seu maior sonho era ter uma casa própria mas que neste momento é impossível e que provavelmente nunca se irá realizar.
Vemo-nos segunda feira Dª Igualdina.

Lisboa, 20 de maio de 2016
João Porfírio


João Porfírio Fotografia

Retratos e histórias por Miguel A. Lopes / Rui Soares / Rui Miguel Pedrosa / João Porfírio .

Sem comentários:

Enviar um comentário