Sara Abreu, 20 anos

Sara Abreu, 20 anos. Era de manhã bem cedo quando encontrei a Sara, que estava cheia de pressa para chegar a algum lado. Expliquei-lhe o nosso projecto assim por alto, e, mesmo sem muito tempo, aceitou logo participar. Começou por me contar que é natural de Lisboa, mas veio para os Açores para "começar uma nova vida". Já cá vive há dois anos e adora a ilha e estas paisagens que são "qualquer coisa fora do normal", mas passou por situações muito difíceis aqui: “penei um pouco cá... fui vítima de violência doméstica, mas felizmente consegui ultrapassar isso. Tive uns problemas envolvendo drogas sintéticas... coisa que também... enfim. Ando à procurar de tratamento, mas nunca foi algo muito 'hardcore'... Vou tentando ter sempre a cabeça erguida.” Vive "deixando os dias correr", sem muitos planos e fazendo o melhor que pode . Sabe apenas que não pretende voltar para a Lisboa porque adora viver aqui, e tem um grande sonho de se tornar escritora, que espera poder um dia concretizar. Antes de seguir o seu caminho, diz-me: "sabes, ninguém é feliz... cada um faz a sua felicidade.” Boa sorte, Sara. 

Ponta Delgada 20 de Maio de 2016
Rui Soares

rui soares

Retratos e histórias por Miguel A. Lopes / Rui Soares / Rui Miguel Pedrosa / João Porfírio .

Sem comentários:

Enviar um comentário