Álvaro Graça, 29 anos

Álvaro Graça, 29 anos. Conheci o Álvaro quando este me pediu um cigarro e queixou-se um pouco da vida; “já viu isto, vou ser testemunha no tribunal, só complicações pela manhã” contou-me ele. Começamos a conversar e aceitou participar no projecto e até já me tinha visto a entrevistar outros estranhos. Muito preocupado, voltou-me a falar sobre o tribunal: “eu dividi casa durante algum tempo com uma sujeita e o filho dela, ela batia demasiado no filho, alguém descobriu, descobriu o meu nome e lá fui eu nomeado para testemunha de acusação, mas até certo ponto ainda bem, porque o que ela fazia ao filho não se faz a ninguém”. Falamos um pouco sobre a sua vida, e da importância que tem para ele acabar o 9º ano de escolaridade: “sou pintor, mas neste momento estou desempregado e voltei para a escola, estou acabar o 9º ano, porque é um dos meus objectivos e vai ser importante para mim, já consegui arranjar emprego, vou ser barman, mas tenho que ter o 9º ano, mas isto já está quase resolvido” diz-me decidido e satisfeito. Continuamos a falar, um pouco de uma forma mais pessoal sobre os seus objectivos e motivações, que inclui o filho de 5 anos: “espero muita coisa da vida, muitas vezes queremos tanta coisa e não temos, vamos vivendo o dia a dia, quero fazer muita coisa ainda, quero tirar a minha carta que ainda não tenho, quero comprar o meu carro mas no fundo..eu só quero uma coisa..eu não tive tudo na vida, mas quero dar tudo o que conseguir ao meu filho de 5 anos..” rematou ele assim a nossa conversa. Obrigado Álvaro e que consigas tudo o que queres.

Ponta Delgada. 29 de Junho de 2016
Rui Soares


rui soares

Retratos e histórias por Miguel A. Lopes / Rui Soares / Rui Miguel Pedrosa / João Porfírio .

Sem comentários:

Enviar um comentário