João Reis, 47 anos

João Reis, 47 anos. Conheci o João numa plantação de ananás, estufeiro de profissão, aceitou de imediato participar no projecto. “Sou estufeiro desde os meus 13 anos” contou-me ele, “sempre fiz isso, desde os 13 anos, parei uns para trabalhar na construção civil, mas o trabalho não era muito e emigrei, tive cerca de 2 anos fora mas regressei devido a família e voltei para o meu amor de sempre, os ananases!”. Sobre a infância, conta que teve de ir trabalhar cedo para ajudar a família: “Não deu para estudar, o meu pai e mãe são doentes, o meu irmão mais velho teve um acidente de viação, pouco pode fazer e como era o único rapaz tive de ir trabalhar cedo para meter comida na mesa, são esforços que temos de fazer pela família e não me arrependo por nada deste mundo”. Falamos um pouco sobre o ananás e a vida que tem e contou-me algo inesperado: “gosto muito do que faço, muito mesmo, porque nós somos como um melro, quando o melro está na gaiola está perto a morrer mas quando um homem trabalha por fora, consola, mas Rui, eu acho o ananás, o fruto rei, não há melhor do que isso só que infelizmente não consigo comer devido a acidez, mas a minha esposa gosta por isso levo para ela, já viste, trabalho rodeado deles, acho o fruto mais bonito do mundo devido a toda a sua cultura mas não os como.” disse ele com um gargalhada bem sonora! Para si, para a sua felicidade, diz-me que precisa de pouco: “saúde, trabalho, basicamente preciso só disto, e até uns sonhos, mas para quê?, nós sonhamos todos os dias mas nunca se realiza nada, infelizmente. A minha esposa não está nada bem, foi operada a coluna e enfim temos de ir levando a vida assim, temos de ir empurrando, o que interessa é ter trabalho, seja o que for, de dia ou de noite, o que vier morre. Mas tem de ser mesmo assim, vemos isto por aí e está tudo mau, a vida é de cada um, mas as pessoas estão-se a matar devagar com drogas, é uma tristeza.”. Boa sorte e obrigado João.

Ponta Delgada. 12 de Julho de 2016
Rui Soares


rui soares

Retratos e histórias por Miguel A. Lopes / Rui Soares / Rui Miguel Pedrosa / João Porfírio .

Sem comentários:

Enviar um comentário