Marília Correia, 38 anos

Marília Correia, 38 anos. Quando encontrei a Marília na sua janela, decidi logo que tinha de falar com ela, até porque a frase que está escrita na sua casa, que foi uma actividade da Câmara Municipal da Lagoa, é de um dos meus autores preferidos. A conversa começou logicamente pela frase: “O meu pai era pescador, por isso combina mesmo bem, ele agora está reformado, mas toda a vida o mar sustentou a nossa casa” contou-me ela quando lhe perguntei sobre a frase. “Sou doméstica, trabalho em casas, a limpar casas e o meu sonho era isso, desde pequenina, sempre quis fazer isso, e é verdade faço algo que gosto mesmo, ás vezes uns dias bons e outros ruins, uns pagam, outros não pagam mas as coisas vão andando.” disse-me ela com voz cansada pois tinha vindo de trabalhar. Continuamos a falar sobre o que quer para vida, e sem problemas assume que não precisa de muito nem planeja muito: “não faço planos nenhuns, não mesmo, a vida é assim mesmo, sou muito feliz, graças a deus mesmo, tenho as pessoas de quem gosto aqui ao pé de mim, ter trabalho e não tenho muitos sonhos, os que tinha já os concretizei, tenho o meu namorado e a minha filha que é o meu maior tesouro, e é por ela que luto todos os dias” concluí ela muito determinada antes de me dizer que tinha de ir acabar de fazer o jantar. Obrigado Marília e boa sorte para si.

Lagoa. 7 de Julho de 2016
Rui Soares


rui soares

Retratos e histórias por Miguel A. Lopes / Rui Soares / Rui Miguel Pedrosa / João Porfírio .

Sem comentários:

Enviar um comentário