Cláudio Rosário, 27 anos

Cláudio Rosario, 27 anos - encontrei o Cláudio numa festarola em Alcácer do Sal, eu só tinha o meu telemóvel comigo e foi com ele que tirei a foto enquanto ele tocava e cantava no palco. No final da sua atuação fui falar com ele "Há 10 anos comecei a tocar por influência da minha irmã que desde que me lembro sempre cantou e tocava acordeão. Lembro-me que ia com ela a bailaricos e achava aquilo engraçado pelo convívio e porque acabava sempre a dançar com as moças. Numa passagem de ano onde a minha irmã estava a tocar e quando eu já estava meio com os copos, a minha irmã chamou-me ao palco e eu estive uns 15 minutos a animar a festa, o engraçado é que eu só sabia o refrão e estive o tempo todo a cantar e tocar a mesma música! Fiquei com o bichinho do palco e nunca mais parei. A minha irmã acabou por deixar de tocar praticamente na mesma altura em que eu comecei." Perguntei-lhe quanto ganhava por atuação e se só actuava no verão, pergunta à qual me respondeu com um sorriso "Devia ser verão o ano inteiro! Mas felizmente tenho trabalho no resto do ano. Vou a matinés em lares de idosos, casamentos e festas. Em termos de valor ganho entre 300 a 550 euros por atuação, depende muito do local e do material de som que tenho ou não de levar. Esta semana já estive em Odemira, hoje Alcácer, depois vou até Loulé. Ando normalmente pela zona sul e costa alentejana até Setúbal." Perguntei-lhe se tinha fãs "Tenho algumas! Fiz uns isqueiros e umas t-shirts para dar à malta que gosta do que eu canto." 

Alcácer do Sal, 30 de Julho de 2016
Miguel A. Lopes


Miguel A. Lopes

Retratos e histórias por Miguel A. Lopes / Rui Soares / Rui Miguel Pedrosa / João Porfírio .

Sem comentários:

Enviar um comentário