Maria de Lurdes Ventura, 74 anos

Maria de Lurdes Ventura, 74 anos. Mais conhecida como Tia Lurdes, sempre viveu aqui na Lagoa toda a sua vida; “uma longa vida” diz ela. “Eu fui costureira durante 37 anos e foi uma vida boa, sempre com alguma necessidade mas lá se andou” disse ela, “e a vida agora está “melhorzinha", acho eu, vivia-se um pouco pior mas não havia tantos desgostos como agora, como essas mortes todas, esses lumes todas nesse país”. Diz que a vida antigamente era um pouco mais difícil, mas nada que a preocupasse: “Criei 7 filhos e correu bem, sempre sendo costureira, trabalhei e criei-os, meus ricos filhos, e cá estamos nós agora para aproveitar os meus netinhos e bisnetos que já tenho” 
Não se arrepende de nada, apenas teve um desejo durante este tempo todo: “Eu gostava que o meu marido gostasse mais de mim” disse ela com um ar entre o triste e o sorridente, e continuou; “eu sou romântica, eu lia os romances antigamente e julgava que a nossa vida fosse igual aos romances mas nunca vai ser, não é?, com a idade isto fica mais difícil e já passei por uns maus bocados, tenho a tensão alta, tenho a Parkinson, tirei um peito mas mesmo assim vamos andando por aí fora, até porque aqui ninguém me rilha” disse ela decidida. “Não espero muito mais da minha vida, foi dura mas conseguimos chegar aqui, agora tenho apenas a morte à minha espera, mas até lá vou aproveitar a família, e todas as pessoas deviam fazer o mesmo, aproveitar as famílias, as pessoas deviam viver bem umas com as outras, e nada de se olhar e tomar como exemplo dessas asneiras que se dão por aí porque isto é um caso sério” rematou ela para acabar a nossa conversa. Obrigado “Tia Lurdes” e tudo de bom para si.

Lagoa, 17 de Agosto de 2016
Rui Soares


Rui Miguel Pedrosa

Retratos e histórias por Miguel A. Lopes / Rui Soares / Rui Miguel Pedrosa / João Porfírio .

Sem comentários:

Enviar um comentário